Acesso ao site:
Ir para site

Sobre

O site da South Africa Interchange foi um desafio proposto à PlanetsWEB. Esse desafio era uma maneira de comprovar a eficiência dos funcionários da Planets Web na divulgação de qualquer empresa. Assim, foi sugerido que eles criassem uma empresa fictícia de intercâmbio para a África e seu respectivo site para divulgação.O projeto pode ser acessado clicando aqui .

Como a PlanetsWEB é uma empresa muito engajada, além da divulgação, no auxílio financeiro à microempresas, ela também desenvolveu toda a parte do financeiro da empresa fictícia. Para isso, foi necessária muita pesquisa acerca das cidades que poderiam ser visitadas por meio da empresa, além das escolas que dispunham de programas de intercâmbio. Após realizar a pesquisa, foram montados pacotes de preço para intercâmbio, como pode ser observado na imagem abaixo:

Printscreen da tela que evidência os pacotes desenvolvidos pela PlanetsWEB 

Os designs, assim como a empresa fictícia, foram desenvolvidos do zero. A Planets Web foi responsável por desenvolver a paleta de cores, as imagens para walpapper do site. Além disso, há a opção bilíngue no site (como pode ser observado na imagem abaixo), isso é o que torna todo o projeto profissional.

Printscreen da tela do site da África South Interchange na opção inglês .

No fim, o trabalho ficou incrível e o site muito bem desenvolvido, mesmo que a tecnologia utilizada tenha sido simples o site final ficou com um design elegante, e com uma paleta de cores que remete ao país africano. É possível ver parte do design na imagem abaixo:

Prinstcreen da tela inicial do site Africa South Interchange, desenvolvido pela PlanetsWEB .

O desafio foi concluído com exímio e a empresa fictícia parece muito com uma empresa real. O projeto não foi lucrativo financeiramente para a PlanetsWEB; contudo, foi extremamente lucrativo no sentido de fornecer experiência aos funcionários da empresa. Portanto, a experiência foi positiva e foi uma forma de atrair mais clientes, pois o projeto consta no portfólio da empresa. 

Por: Ana Carolina da Silva Oliveira